A REDE ABROLHOS

Além de contribuir para o estabelecimento de patamares de referência e avaliações de tendências em áreas recifais sob condicionantes ecológicas dissimilares e regimes de manejo diferenciados, utilizando modelos diversos (e.g. microbiota, comunidades bentônicas, peixes recifais), a Rede Abrolhos tem desenvolvido mecanismos de Planejamento Sistemático para Conservação (PSC) no sentido de determinar quais são as áreas-chave para a biodiversidade e as lacunas de conservação na região de Abrolhos, incluindo a modelagem de cenários para o estabelecimento de novas áreas de proteção e manejo, levando em consideração as principais atividades econômicas que dependem (e.g. pesca) e influenciam (e.g. mineração) a biodiversidade.

As metas centrais da Rede Abrolhos incluem:

  1. consolidação de um núcleo virtual de referência sobre os sistemas recifais de Abrolhos, cujo principal produto é um sistema de gestão da informação integrando atores de diversos setores;
  2. produção de uma síntese acerca da diversidade taxonômica e funcional no sistema recifal de Abrolhos;
  3. consolidação do mapeamento de habitats bênticos, resultando em mapas temáticos para aplicações na área de gestão ambiental, inclusive a criação de novas áreas marinhas protegidas;
  4. compreensão dos fatores que influenciam a produtividade e a dinâmica nos diversos compartimentos do sistema recifal de Abrolhos, gerando recomendações para o manejo das áreas recifais, dentro e fora de unidades de conservação;
  5. descrição do ciclo reprodutivo e principais parâmetros populacionais das principais espécies de peixes recifais alvo da pesca, subsidiando medidas específicas de manejo;
  6. estabelecimento das taxas de crescimento e de mineralização de CaCO₃ das principais espécies de corais e algas coralináceas, bem como a análise da tolerância de organismos construtores (algas calcárias e corais) a diferentes condições ambientais, gerando elementos essenciais para o entendimento e previsão de respostas às mudanças climáticas.

QUEM SOMOS

Integram a Rede, pesquisadores do Brasil e do exterior, além de estudantes de doutorado, mestrado e iniciação científica que atuam de maneira integrada. As principais áreas de atuação da equipe da rede são: mapeamento de habitats, biodiversidade, ecologia recifal, paleoecologia e gestão da informação.

conheça a equipe

EXPEDIÇÕES

Atividades realizadas em expedições recentes.

saiba mais

PROJETOS

Principais projetos em execução atualmente.

conheça os projetos

FINANCIAMENTO

Rede_abrolhos_logos_rodape_BRASOILRede_abrolhos_logos_rodape_PELD

fapesp