Fernando Coreixas de Moraes

Fernando Coreixas de Moraes

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Pesquisador Associado

Biólogo Marinho – Mestre e Doutor em Zoologia

Interesses Principais

Caracterização ambiental e difusão científica de recifes coralíneos e rochosos na plataforma continental e ilhas oceânicas do Brasil. Taxonomia de invertebrados, com ênfase em esponjas, ecologia de ecossistemas e biogeografia de ilhas como subsídios para o manejo de áreas naturais. Foco atual no Banco dos Abrolhos e Foz do Amazonas.

 

Principais Projetos em Execução

  • PELD ABROLHOS: Monitoramento do maior complexo coralíneo do Atlântico Sul. 2014-2016. Financiador MCTI/CNPq.
  •  Reconstrução paleoecológica e paleoambiental da plataforma continental de Abrolhos, qualificação técnica da equipe em depósitos e rochas carbonáticas. 2015-2017. Financiado IODP/CAPES.
  • Desvendando a Margem Equatorial da Amazônia: Estrutura, Diversidade e Aspectos Funcionais dos Recifes Associados à Foz do Rio Amazonas. 2016-2018. P&D ANP/Brasoil.

Principais Publicações

An extensive reef system at the Amazon River mouth.

Moura et al (2016).

Science Advances.

link

 

Carbonate Production by Benthic Communities on Shallow Coralgal Reefs of Abrolhos Bank, Brazil.

Reis et al (2016).

Plos One.

link

 

Mesophotic ecosystems of the unique South Atlantic atoll are composed by rhodolith beds and scattered consolidated reefs..

Amado Filho et al (2016).

Marine Biodiversity.

link

 

História, pesquisa e biodiversidade do Monumento Natural das Ilhas Cagarras.

Moraes, FC et al (Eds.) (2013) .

Rio de Janeiro, Museu Nacional, Série Livros 48: 299 pp. ISBN 978-85-7427-044-9.

link – tem que subir o PDF.

 

Esponjas das Ilhas Oceânicas Brasileiras.

Moraes, FC (2011).

Rio de Janeiro, Museu Nacional, Série Livros 44: 252 pp. ISBN 978-85-7427-039-5.

 

 

Estudantes de pós-graduação (mestrado e doutorado).

Fernanda Cervi

Bioerosão de organismos formadores de recifes da Plataforma Continental de Abrolhos: o papel das esponjas perfurantes na disponibilização de CaCO3. Mestrado Botânica 2015-2017, JBRJ/ENBT.